seco da cor

Se o que parece seco tem tanta cor, é porque está seco mas não é morto.

Não sei bem o porque de postar essa foto, nem me parece tão interessante assim. Era o que parecia o fim de uma empoeirada estrada vicinal, na Serra da Mantiqueira, nem sei bem se em São Paulo ou em Minas. Foi a parada para fazer meia volta na estrada estreita e ver esse morrete, seco e colorido. Vivo, mas em silêncio, como um bom mineiro.

Anúncios

SEVERO

Vertigens da ventania

Só um chato, que não dá a menor pelota pra futebol para sair no meio de uma final entre Santos e Corinthians para testemunhar a severidade do clima numa cidade vazia.

  

Ruas desertas, tomadas de vento forte e folhas. Fotos urgentes antes que o céu desabe.



É o outono abrindo caminho, anunciando o rigor de mais um longo inverno.