PREPARATY #04

Série de fotos em retrospectiva à minha passagem pelo festival Paraty Em Foco.

Foto: Helen Navajas - 2008

Ilha das Cobras, periferia de Paraty. Foto com direito a “making of”. O melhor de tudo são os sorrisos depois.

PREPARATY #01

Daqui a um mês começa o Paraty Em Foco, o maior festival de fotografia do país que está em sua sétima edição. Participei das 3 últimas e não vou perder a próxima. E como aquecimento, vou tentar colocar aqui o maior número, das fotos que fiz em 2008, 2009 e 2010 possível, conforme meu tempo permitir. Não acredito que consiga colocar uma por dia, mas vai ser uma oportunidade de fazer uma retrospectiva do que significou o evento pra mim.

E pra quem quiser se adiantar, aqui tem um post que publiquei sobre o festival, com algumas fotos do ano passado.

Paraty Em Foco 2010 #1

Na verdade não costumo ir pra Paraty pra fotografar. Ela está na “Grande Lista Sagrada dos Lugares Fotografados Demais”. Onde devem estar também, no Brasil, 99% do Rio de Janeiro, Paranapiacaba, em São Paulo e a Ponta da Praia de Santos. Fui acompanhar algumas entrevistas, como o Bob Wolfenson, a Agência Noor e o Amyr Klink (do qual pretendo falar em outro post). Acho o evento imperdível de uma forma geral e lamento não ter participado dos bons workshops e ter ficado pouco por lá desta vez. Mas sempre vale acompanhar as boas exposições, ouvir grandes nomes, fazer contatos, conhecer novos velhos amigos virtuais e, enfim, respirar o ar impestiado de fotografia. Claro, que a camera vai junto, e sempre acontecem alguns cliques. Resisti bravamente às fachadas e reflexos em poças d‘água, mas aqui estão algumas coisas que encontrei, como um inesperado e insólito casamento, bem no sábado, auge de um evento que lota a cidade de câmeras (a noiva deveria ter providenciado alguém encarregado de pegar um cartão de cada um que apontou sua objetiva pra ela).

Pelada surreal, no meio do nada. Do nada mesmo! Fui andando pela escuridão, embasbacado com a cena, levando a cinquentinha. Até me dar conta que estava em meio a um lamaçal. Dava pra chegar perto, mas achei que esta ilha de luz, precisava da escuridão para emoldurar.
Tempo ruim, e as escunas não conseguiram animar os turistas para um passeio no mar picado.
Casamento na capital da fotografia
Sempre ouço fotógrafos de casamento reclamar da equipe de filmagem, ou fotógrafos amadores atrapalhando a composição. Bem, acho que é só encontrar outro assunto interessante e refazer o enquadramento. Não pode ser assim?
Novela das seis?
Maracatu, sábado a noite em frente à tenda

...até o próximo.