Entreposto

Pescados

Estive na manhã do dia 8 último no entreposto de pesca, na Ponta da Praia em Santos. Estou começando a juntar os pedaços de um tema muito interessante do ponto de vista fotográfico e procurando sua unidade: A pesca!

Condição de luz complicada, com muita roupa e isopor branco para estourar.
Condição de luz complicada, com muita roupa e isopor branco para estourar.

A atividade é marcante e o assunto recorrente na região. Resolvi torná-lo pauta adicionando ao material incidental que já havia em meu arquivo novas fotos, que agora têm o objetivo de abranger o mais largamente possível a pescaria.

A plástica da fauna marinha, para mim, está muito bem representada nestes minimonstros.
A plástica da fauna marinha, para mim, está muito bem representada nestes minimonstros.

Econômicamente importante na Baixada Santista, a pesca envolve uma série de significados como empreendedorismo, tecnologia, aventura, misticismo e nutrição humana. A quantidade de histórias e simbolismos que envolvem a pesca, o mar e o homem proporciona material rico e farto para um trabalho autoral.

O trabalho começa cedo e animado. Fiz o possível para não atrapalhar o pessoal simpático do entreposto. E infelizmente não levei peixe nenhum. Fazer o quê? Dia de macarronada em casa.
O trabalho começa cedo e animado. Fiz o possível para não atrapalhar o pessoal simpático do entreposto. E infelizmente não levei peixe nenhum. Fazer o quê? Dia de macarronada em casa.

O objetivo é fechar o ciclo da pesca artesanal e industrial na região e registrar ao máximo as variações da atividade.

Há uma enorme quantidade de garças que acompanham a venda de peixes com voraz interesse. Aparentemente todas se chamavam Adelaide, pois fui apresentado a várias com esse nome pelo pessoal das bancas.
Há uma enorme quantidade de garças que acompanham a venda de peixes com voraz interesse. Aparentemente todas se chamavam Adelaide, pois fui apresentado a várias com esse nome pelo pessoal das bancas.

O trabalho ainda está no começo, e espero resultar num apanhando informativo e visualmente gratificante.

Deixei a grande angular na cara do pescado e rebati uma luz de flash numa manobra um tanto acrobática. O dono do box me olhou desconfiado. – Da próxima é melhor levar alguma coisa.
Deixei a grande angular na cara do pescado e rebati uma luz de flash numa manobra um tanto acrobática. O dono do box me olhou desconfiado. – Da próxima é melhor levar alguma coisa.

Afinal, com os elementos sorte, técnica, oportunidade e sensibilidade o que é a fotografia senão uma boa pescaria?

Anúncios