O domínio da luz

Apenas uma reflexão

Sempre ouço gente se referindo à expertise fotográfica como o saber dominar a luz.

Ahhh, fosse esse todo o problema do fotógrafo… Dominar a luz é fácil! É física, matemática, ótica e geometria. Basta estudar, praticar, experimentar, basta ler, basta conhecer os instrumentos e suas particularidades, basta saber o porque de cada qual e o que fazer com cada um. Dominar a luz é fácil, ela é dócil, gentil e previsível. Basta saber distinguir a boa da ruim, ler os números, fazer as contas e pimpa! Qualquer sapo sem asas acerta a luz. Ahhh se fossem essas todas as dificuldades…

Difícil é saber o que fazer com a luz dominada. Difícil é dominar a forma. Dominar os planos, dominar os arranjos. Difícil é dominar a linguagem, o instante, a narração. Difícil é dominar as ideias. Dominar os próprios projetos. Dominar as finanças e a clientela. Difícil é dominar o relógio, o clima e a sorte. Difícil é dominar os ânimos, as ansiedades, as decepções. Difícil dominar o ego. Difícil é dominar os medos. Difícil é não ser dominado por quem não tem luz. Nem asas.

Anúncios

hard andahead

Tem a ver com enfrentamentos, coragens e superações. Mas hoje eu não estou afins de escrever palavras não. Vai aqui, do jeito que eu acho mais fácil me expressar. Imagens!


A burocracia da vida me impede de sair e fotografar a hora que eu bem entender. Está errado! Quem manda no tal dito cujo ˜momento decisivo˜ é a luz. E luz, não obedece hierarquias, não espera atrasos, não marca hora. A melhor luz é aquela que não avisa, e aparece de repente, só pra quem está de campana, esperando por ela.